mormon.org Brasil

Oi, eu sou Luis Vance T.

  • Vance Taylor
  • Vance Taylor
  • Vance Taylor
  • Vance Taylor
  • Vance Taylor
  • Vance Taylor
  • Vance Taylor
  • Vance Taylor

Sobre mim

Sou pai de duas lindas crianças. Adoro ver esportes. Sou politizado. Venho originalmente do norte da Califórnia, e há dez anos me mudei para Washington, D.C. para trabalhar no Capitólio. Gostei da oportunidade de ter participado do sistema político dos Estados Unidos e me sinto orgulhoso por ter feito minha parte. Recebi meu mestrado em Segurança Nacional enquanto trabalhava em tempo integral e começava minha família. Não foi fácil, mas com o apoio da minha esposa e do Pai Celestial, consegui. Agora tento fazer o melhor possível para cuidar de minha família.

Por que sou mórmon?

Conheci a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias aos 12 anos. Apesar de jovem, acheguei-me a Deus em oração e pedi que, por meio do inconfundível testemunho do Espírito Santo, Ele me dissesse se os princípios e as doutrinas que estava aprendendo eram verdadeiros. Ele respondeu que sim. A partir desse dia, permaneci firme na Igreja. Embora a vida tenha momentos de felicidade e de provação, altos e baixos, a alegria que sinto ao cumprir os mandamentos e seguir os ensinamentos do Salvador é cada vez maior. Ser mórmon é muito mais do que ir à Igreja uma vez por semana. Sou mórmon porque o evangelho realmente me ajuda a compreender quem eu sou. Sei por que estou aqui, da onde vim e para onde estou indo. Tais verdades dão forças a mim e a minha família para ter uma vida mais feliz e plena. É algo precioso!

Histórias Pessoais

Poderia explicar o papel que a oração desempenha em sua vida?

A oração tem um papel primordial na minha vida. Minha família e eu oramos juntos todos os dias. Ao fazer isso, temos a grande oportunidade de nos apresentarmos juntos ao Senhor. Durante a oração, quando falamos sobre os sentimentos e as preocupações de nosso coração, ficamos mais unidos e renovamos nossa fé de que, qualquer que seja a situação que nos encontremos, seremos abençoados por ter um Pai Celeste que nos ama e Se importa conosco. A oração ajuda a me lembrar do que realmente importa na vida e me proporciona experiências espirituais edificantes. Ela também nos permite abrir a janela das bênçãos do céu em nome daqueles com quem nos importamos. Durante o dia todo, procuro me manter em espírito de oração. Isso me ajuda a ser uma pessoa melhor e me coloca em uma posição privilegiada para receber bênçãos. É reconfortante saber que, independente de onde eu esteja ou o que esteja acontecendo ao meu redor, posso sempre orar ao Pai Celestial. Sem dúvida, não estou sozinho.

Como vivo minha fé

Viver minha religião também significa servir voluntariamente na Igreja, por exemplo, sou professor da Escola Dominical. Este ano estamos estudando o Velho Testamento. Tem sido maravilhoso aprender com as famílias da nossa ala (congregação). Também vou à casa de algumas famílias para visitá-las todos os meses. Isso faz com que nos conheçamos melhor e nos ajuda a termos certeza de que tudo está bem com elas. Junto com minha esposa e filhos frequento as reuniões regulares da Igreja e procuro fazer do domingo um dia de descanso. Acima de tudo, vivo minha religião sendo honesto nas coisas que faço e procurando honrar o Salvador, Jesus Cristo, em minhas ações.