mormon.org Brasil

Oi, eu sou Sherri Patterson McRae

  • Sherri McRae
  • Sherri McRae
  • Sherri McRae
  • Sherri McRae
  • Sherri McRae
  • Sherri McRae
  • Sherri McRae
  • Sherri McRae

Sobre mim

Tenho cinco filhos: três meninos e duas meninas. Tenho quatro filhos que escutam bem e um filho que é surdo! Tenho um marido maravilhoso que tenta me agradar o tempo todo! Sou avó de três netos e há mais dois a caminho! Jogo tênis pela Associação de Tênis de Grama de Atlanta (ALTA: Atlanta Lawn Tennis Association) com um grupo maravilhoso de mulheres. Tênis é um das minhas coisas favoritas. No entanto, um jogo de badminton com a família é tão bom quanto um jogo competitivo de tênis com as meninas! Também gosto de cozinhar e experimentar novas receitas. Gosto de agradar minha família com novas sobremesas. Adoro dar festas e me assegurar que todos se divirtam. Gosto de ensinar a linguagem de sinais em minha casa para aqueles que querem aprender a se comunicar com pessoas surdas ou com problemas de audição.

Por que sou mórmon?

Sou mórmon, em parte, porque nasci na Igreja. Sinto-me abençoada por ter sido batizada quando tinha oito anos de idade! Mas, na realidade, somos todos conversos ao Seu evangelho e devemos adquirir nosso próprio testemunho do Pai Celestial e de Jesus Cristo. Quando leio as escrituras ou escuto um discurso na Igreja, um cálido sentimento me confirma que estou seguindo o Salvador. Sei que o Pai Celestial nos ama assim como Ele amou aqueles no passado. Ter um profeta vivo hoje na Terra é um aspecto muito importante desta Igreja. Sei que o Presidente Monson nos diz as coisas que o Pai Celestial quer que saibamos e façamos. Isso faz muito sentido para mim! Além disso, o dom do Espírito Santo, que recebemos após o batismo, é o maior dom que eu poderia ter. O Espírito Santo é um companheiro e guia constante para mim desde que eu esteja digna. Esse dom tem me abençoado muito, alertando-me, encorajando-me, inspirando-me e orientando minhas ações. Sei que esta é a Sua Igreja e sei disso porque sinto isso dentro de mim. E isso é confirmado a cada momento em que eu abraço meus filhos, faço oração ou escuto um de Seus servos ensinar um princípio correto. Amo minha família e sei que podemos estar juntos para sempre se formos obedientes nesta vida. Por mais que eu ame minha família, o Pai Celestial nos ama muito mais. Esse conhecimento abençoa minha vida e me dá a força de que preciso para ser feliz.

Como vivo minha fé

Tento viver minha fé ao ensinar os princípios do evangelho para minha família. Quero que meus filhos aprendam que obedecer aos mandamentos de nosso Pai Celestial não é restritivo, mas traz a verdadeira felicidade e paz. A oração familiar e passar tempo juntos são prioridades para nós. Ao passarmos por provações e dificuldades nesta vida, é reconfortante saber que nunca estamos sozinhos e podemos encontrar respostas às nossas perguntas ao estudarmos as escrituras. Sirvo na Igreja garantindo que os membros surdos sempre tenham um intérprete quando precisam. É muito reconfortante saber que o Senhor provê um meio para todos os Seus filhos aprenderem Seu evangelho. É um prazer servir dessa maneira e dar aos outros uma oportunidade de servir às irmãs e aos irmãos surdos.