mormon.org Brasil

Por que a Restauração do Evangelho foi necessária? Não é verdade que sempre tivemos uma Bíblia?

Resposta Oficial

Um afastamento completo da verdade aconteceu após a morte dos apóstolos de Cristo. Esse afastamento se chama Apostasia (Amós 8:11–12; Atos 20:29–30; II Timóteo 4:3).

Quando estava na Terra, Jesus Cristo estabeleceu Sua Igreja. Após sua ascensão ao céu, seus apóstolos deram continuidade a Seu trabalho sob Sua orientação, por meio de revelação e com a autoridade do sacerdócio.

Depois que os apóstolos e muitos membros justos da Igreja foram mortos e outros membros se afastaram da verdade, o Senhor retirou a autoridade do sacerdócio da Terra. Sem a autoridade do sacerdócio de Deus, a Igreja não funcionava mais do modo como Cristo havia estabelecido. As ordenanças foram alteradas e muitas das verdades simples e claras se perderam. Enquanto muitas pessoas boas e muitas verdades permaneceram, a Igreja original se perdeu.

Os apóstolos profetizaram sobre esse afastamento ou apostasia. Um exemplo é a carta de Paulo aos Tessalonicenses (II Tessalonicenses 2:1–3).

O Apóstolo Pedro profetizou a “restauração de tudo”, antes da Segunda Vinda de Cristo (Atos 3:19–21). Por ter se perdido por causa da Apostasia, a Igreja de Cristo e Sua autoridade precisavam ser restauradas na Terra. A restauração possibilitaria a todos a oportunidade de receber novamente todas as bênçãos do evangelho de Jesus Cristo.

A Primeira Visão de Joseph Smith marcou o início da Restauração do evangelho de Jesus Cristo na Terra. Nos anos subsequentes, Cristo restaurou Seu sacerdócio e reorganizou Sua Igreja. Ele continuou a revelar verdades a Seus profetas e a restaurar as bênçãos que foram tiradas da Terra por algum tempo.