mormon.org Brasil

Qual é a diferença entre o Livro de Mórmon e a Bíblia? Como Joseph Smith conseguiu as “placas de ouro” ou o Livro de Mórmon?

Resposta Oficial

O Livro de Mórmon é outro testamento de que Jesus Cristo de fato viveu e de que Ele foi e é o Filho de Deus. Ele contém os escritos de profetas antigos. Um desses profetas, Leí, viveu em Jerusalém cerca de 600 anos a.C. Deus ordenou a Leí que liderasse um pequeno grupo de pessoas ao continente americano. Nesse continente, tornaram-se uma grande civilização.

Deus continuou a chamar profetas entre esse povo. O Livro de Mórmon é uma coleção de escritos de seus profetas e mantenedores de registros.

Em setembro de 1823, Joseph Smith recebeu a visita de um mensageiro celestial chamado Morôni — o último desses profetas antigos a manter o registro — do mesmo modo que os anjos apareciam com frequência aos líderes da Igreja no Novo Testamento (ver principalmente o livro de Atos). O anjo Morôni disse a Joseph Smith que Deus tinha um trabalho para ele. Morôni disse a Joseph que um registro de antigos habitantes do continente americano havia sido enterrado em uma colina não muito longe dali e que o registro continha a plenitude do evangelho de Jesus Cristo.

Em setembro de 1827, Joseph recebeu o registro, que estava escrito sobre finas placas de ouro. Sabemos que era comum para as pessoas daquela época na América antiga manter registros em placas de metal. Joseph traduziu o livro para o inglês pela inspiração de Deus. O livro chama-se O Livro de Mórmon: Outro Testamento de Jesus Cristo. O livro recebeu o nome de Mórmon, um profeta antigo que fez um resumo dos registros sagrados de seu povo.

O Livro de Mórmon foi publicado em 1830. Desde aquela época, ele tem abençoado a vida de milhões de pessoas por meio de sua mensagem poderosa sobre Jesus Cristo e Seu evangelho.

O livro confirma, como outro testamento de Cristo, a realidade e a divindade de Jesus Cristo. Esses profetas sabiam sobre o plano do Pai Celestial para Seus filhos e a missão de Jesus Cristo. Eles registraram que Cristo apareceu, após Sua Ressurreição, ao povo das Américas, ensinou-lhes Seu evangelho e organizou Sua Igreja entre eles. O livro contém os ensinamentos de Jesus Cristo, testificando de Sua Expiação e de Seu amor. Ele apoia e confirma a Bíblia. A Bíblia contém profecias sobre essas pessoas na América (ver Ezequiel 37:15–17, Isaías 29:18).

O Livro de Mórmon termina com uma promessa grandiosa de que aqueles que o lerem e orarem sinceramente a seu respeito saberão pelo Espírito Santo que ele é verdadeiro (Morôni 10:4).