mormon.org Brasil

Os mórmons são cristãos?

Resposta Oficial

Gordon B. Hinckley, que foi Presidente da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (1995–2008), disse:

“Somos cristãos de modo literal e isso está sendo cada vez mais reconhecido mundialmente. Antigamente as pessoas de toda parte diziam que não éramos cristãos. Elas precisam reconhecer quem somos e que nós temos uma religião vigorosa e dinâmica com base nos ensinamentos de Jesus Cristo. Nós, com certeza, aceitamos Jesus Cristo como nosso Líder, nosso Rei e nosso Salvador (…) o personagem dominante na história do mundo, o único Homem perfeito que já andou na Terra, o Filho vivo do Deus vivo. Ele é nosso Salvador e nosso Redentor, a pessoa cujo sacrifício expiatório tornou possível a oportunidade da vida eterna. Os membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias oram e adoram em nome de Jesus Cristo. Ele é o centro de nossa fé e o cabeça de nossa Igreja. O Livro de Mórmon é Outro Testamento de Jesus Cristo e presta testemunho de Sua divindade, Sua vida e Sua Expiação”.

  • Acreditamos ser a Bíblia um testamento da vida e missão de Jesus Cristo. Acreditamos também ser o Livro de Mórmon outro testamento de Jesus Cristo. Como membros da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (os mórmons), falamos de Cristo, regozijamo-nos em Cristo e pregamos a Cristo. O alicerce do Livro de Mórmon e da Igreja é o nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo. Sim, os mórmons são cristãos. Mostrar mais

  • As pessoas me perguntam o tempo todo se os mórmons são cristãos. O nome real de nossa igreja é A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. A palavra “mórmon” é um apelido que nos foi dado pelas pessoas de outras religiões porque temos o Livro de Mórmon. Nossa igreja é a Igreja de Jesus Cristo. Adoramos Cristo como nosso Salvador e nosso Redentor. Ele é o Filho Unigênito de Deus. Seguimos Seus mandamentos e oramos em Seu nome. Somos muito cristãos. Não adoramos Mórmon. Mórmon foi um profeta que viveu no continente americano no passado. Foi-lhe dado o encargo de compilar todos os livros de escrituras em um único, dando-lhe o nome de O Livro de Mórmon. Mostrar mais

  • Sim. O nome de Jesus está no nome da Igreja, e isso é significativo. Temos livros de escrituras adicionais, que tem o propósito de testificar que Jesus é o Cristo, o que nos mostra muita coisa. No Livro de Mórmon, o nome ou título de Jesus aparece uma vez a cada 2,7 versículos. É provavelmente o livro mais centralizado em Cristo do mundo. Não ficamos irritados quando alguns decidem nos chamar de não cristãos. Se eles querem dizer com isso que não concordamos com eles em cada uma de suas doutrinas, isso está correto. Ficamos contentes quando qualquer pessoa diz que Cristo é Seu Salvador e tenta segui-Lo. É isso que estamos tentando fazer. Mostrar mais

  • Creio em Cristo. Procuro ser um discípulo de Cristo. Fui batizado em nome de Cristo. Reconheço que a salvação só pode ser alcançada por meio de Cristo. Se isso não é ser “cristão”, então essa palavra perdeu o seu real significado. Mostrar mais

  • Sim, os mórmons são, sem dúvida, cristãos! Cremos em Jesus Cristo, o mesmo Jesus Cristo da Bíblia. Ele nasceu da virgem Maria, foi batizado por seu primo, João Batista, teve 12 discípulos com os quais ensinou Seu evangelho, passou Sua vida curando, pregando, realizando milagres, servindo e amando as pessoas. Morreu no Getsêmani, na cruz, e três dias depois de Sua morte, levantou-Se dos mortos e voltou a viver como um ser ressuscitado. Ele é nosso Senhor, nosso Salvador e Redentor. Cremos que a salvação vem apenas por meio de nosso Salvador, Jesus Cristo. Mostrar mais

  • Para mim, essa é uma das perguntas mais fáceis de responder. É claro que acredito em Jesus Cristo – Ele é o alicerce de tudo o que faço! Ele é minha esperança, minha fé, meu Redentor e meu amigo. Sou grata por ter o exemplo Dele para guiar-me ao longo de todas as provações e experiências da vida. Sem a graça salvadora, não somos nada! Mostrar mais

  • Pelo que sei, o debate a respeito de os mórmons serem ou não cristãos depende da definição do que é ser cristão. Grande parte do mundo cristão se baseia na definição de cristão do Credo de Niceia. Em 325 d.C., Constantino estava tentando unificar o Império Romano. Ele achou que a criação de uma igreja ajudaria a reunir todas as pessoas, mas descobriu que isso seria mais difícil do que ele achava. Houve muitas disputas teológicas, especialmente em relação ao conflitante entendimento da natureza de Cristo. Alguns achavam que Cristo e Deus eram duas entidades diferentes, ao passo que outras pessoas achavam que Cristo e Deus eram a mesma entidade. Constantino realizou um conselho em Niceia, no qual os líderes da Igreja discutiram e votaram, por fim, o conjunto de doutrinas que formaria a nova religião. O Credo de Niceia afirmava que Deus, Cristo e o Espírito Santo eram a mesma pessoa, ou Trindade, e não três seres distintos. Outras pessoas definem um cristão como alguém que crê em Jesus Cristo como o Filho de Deus e O aceita como o Salvador do mundo. Os mórmons acreditam que Jesus Cristo é o Filho de Deus. Aceitamos Cristo como o Salvador do mundo. Nós O amamos e nos esforçamos para ser semelhantes a Ele. Procuramos colocar em prática Seus ensinamentos encontrados na Bíblia e em outras escrituras, vivendo da maneira mais próxima possível Deles. O nome oficial da igreja mórmon é, na verdade, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, pois cremos que somos seguidores Seus nos últimos dias. Cremos que Jesus Cristo e Deus são dois seres distintos, celestiais, sagrados e ressuscitados. O Espírito Santo é um espírito sem corpo que confirma a verdade, para aqueles que O buscarem. Eles não são a mesma entidade, mas são todos semelhantes em bondade e propósito. Jesus é citado como o “Pai” ou “Deus”, nas escrituras, e cremos que é um título que Ele também possui. Jesus pode ser o Pai e o Filho, sem ser Deus, assim como meu marido é um pai e um filho sem ser seu pai. Por não acreditarmos na Trindade, muitas pessoas acreditam equivocadamente que os mórmons não são cristãos. Novamente, tudo depende da definição da palavra “cristão”. Considero-me cristã. Amo Jesus Cristo. Sou muito grata a Ele por sacrificar Sua vida por mim. Enquanto estava na Terra, Ele organizou Sua Igreja da maneira que deveria ser. Ensinou Seus seguidores a viverem de modo que pudessem um dia voltar a Ele. Esse era Seu propósito. Ele disse que prepararia mansões no céu para eles! E Jesus Cristo possibilitou que todos nós aprendamos essas coisas por meio das escrituras, por meio da oração ao Pai e por meio da confirmação do Espírito Santo. Mostrar mais

Sem Resultados