mormon.org Brasil
Bruno: militar, animais, ajudar, informática, nerd, converso, Mórmon.

Oi, eu sou Bruno

Sobre mim

Sou ex mililtar, graduado em Sistemas de Informação, gosto de trabalhar com computadores desde minha adolescência. Meus pais se divorciaram quando eu tinha 4 anos de idade. Frequentei junto de minha avó a igreja católica até meus 15 anos. Hoje em minha família cada um segue uma religião, apenas eu e meus tios somos mórmons, mas nos respeitamos muito e nos amamos. Sou curioso e proativo, não gosto de dizer "não sei fazer", busco conhecimento continuamente. Gosto muito de animais (tenho um cachorro) e a arte é meu hobby.

Por que sou mórmon?

Quando eu tinha 15 anos de idade os missionários bateram minha porta, recebi eles e me ensinaram, mas eu, sem interesse, acabei me afastando. Eu já frequentei diversas igrejas, religiões variadas, em busca de um sentido nesta vida, não continuei nelas e nem tive interesse em conhecer o evangelho restaurado... Aos meus 24 anos dividi a casa com meus tios, que são mórmons, e certo dia me convidaram para uma atividade em uma estaca próxima a um templo. Fiquei indeciso entre ficar trancado no quarto jogando videogame ou ir na atividade, mas acabei indo com eles. Enquanto estávamos na atividade, senti algo diferente, uma sensação muito boa e um acolhimento especial. Pedi para meu tio que eu queria aprender sobre o evangelho e ele ligou para os missionários. Eles me ensinaram, fiquei mais animado com minha vida e me senti valorizado pelo Pai Celestial. Após meu batismo eu finalmente tracei um objetivo e hoje sou muito feliz e grato.

Histórias Pessoais

Por que os mórmons saem em missão?

Você acha interessante uma pessoa que retem conhecimento para si mesma e não compartilha com os demais? Ainda mais se este conhecimento for tão bom, capaz de ajudar muitas pessoas e mudar suas vidas? O missionário dedica um tempo de sua vida para compartilhar seu conhecimento e sentimento servindo ao próximo, ao mesmo tempo adquire mais conhecimento, experiência e testemunhos. Esta experiência, juntamente com os testemunhos, pode ajudar ainda mais outras pessoas quando este retorna de missão e tem a oportunidade de continuar ensinando.

Como o Espírito Santo lhe ajudou?

O Espirito Santo é meu guia, uma voz mansa e delicada que não interfere no meu livre arbítrio, e percebi que ele me mostra o melhor caminho a ser seguido. Quando estou tomando uma atitude boa e algum obstáculo aparece, lá está ele me guiando. Este Santo Espírito tem me consolado muito nos momentos difíceis, me fazendo ponderar mais, me ajudando bastante.

Como vivo minha fé

Gosto de servir ao próximo, e frequentar a Igreja de Jesus Cristo me proporciona diversas oportunidades. Frequentar as reuniões aos domingos tem me fortalecido espiritualmente, aumentando meu testemunho no salvador Jesus Cristo. Isso, por sua vez, tem me dado uma luz própria na qual consigo ajudar as pessoas em minha volta. Na igreja temos programas onde um irmão fortalece o outro, como uma família. Recentemente tomei a decisão de ser missionário de tempo integral, dedicar um tempo de minha vida para pensar mais nas outras pessoas e como poderei ajudá-las.