mormon.org Brasil
Karina: Mórmon.

Oi, eu sou Karina

Sobre mim

Sou casada e tenho uma família maravilhosa! Sou professora de ciências, amo muito meus alunos e a oportunidade de estar na escola.Sou professora também na classe de Raios de Sol de meu ramo (crianças de 3 anos de idade). Amo ler e escrever, gosto muito de estudar, aprender e desenvolver novas habilidades.

Por que sou mórmon?

Quando entrei na igreja, o que mais me chamou a atenção e me deu vontade de ficar foi o exemplo das outras pessoas - a forma como elas simplesmente faziam tudo diferente. Eu era diferente, e sempre me senti um tanto quanto "fora dos padrões". Hoje entendo que estava à procura de um padrão melhor, que realmente valesse à pena seguir. Cresci ouvindo que eu vivia "em um mundo de arco-íris", que era tola por acreditar em um mundo melhor. Hoje achei o arco-íris e o meu mundo. Descobri que ele era real o tempo todo. Que Sião é real. Que podemos ser felizes e podemos fazer outros felizes. Que nossa vida aqui tem um propósito. Hoje o Evangelho é a luz que ilumina meu mundo e tudo o que tenho de mais precioso na vida. Sou muito grata por conhecer o evangelho restaurado e receber todas as bençãos dele provenientes.

Como vivo minha fé

Conhecemos uma escritura que diz: "Deve ser uma boa semente,, ou melhor, a palavra é boa porque começa a dilatar-me a alma; sim, começa a iluminar-me o entendimento; sim, começa a ser-me deliciosa." (Livro de Mórmon, Alma 32:28). Não encontraria descrição melhor desse sentimento maravilhoso que cresce a cada dia, que trouxe luz à minha vida, e que parece estar presente em cada pequena coisa que faço. Amo as escrituras, amo meus líderes e meus chamados como professora das crianças na igreja e como líder de soliedariedade. Sou casada no templo e desejo intensamente que todas as famílias sejam seladas um dia, para que possam viver para sempre juntas. Sinto minha profissão como professora como um chamado, também, já que tenho a oportunidade de partilhar bons momentos como filhos e filhas amadas do Pai Celestial. Gosto de falar do Evangelho porque sei que é falar de alegria - da verdadeira alegria, que está acima de qualquer dificuldade desse mundo. Sinto-me bem com o Evangelho porque o amor está presente em todos os seus detalhes, e é muito melhor viver centrado no amor. Gosto de aprender novas maneiras de pô-lo em prática na minha vida.