mormon.org Brasil
Gustavo Hideo: skate, skatista, São Paulo, moto, burgman, faculdade, Mórmon.

Oi, eu sou Gustavo Hideo

Sobre mim

Nascido em Curitiba, morei a maior parte da vida em outros lugares, como Recife-PE e Manaus-AM. Sou skatista, tenho uma banda de rock com meu irmão, faço estagiáo de TI e sou casado com uma confeiteira super talentosa que tenta arduamente acabar com meus hábitos alimentares saudáveis de evitar açúcares. Morar em São Paulo, trabalhar e estudar é sinal de não ter tempo de sobra. Para ajudar a conciliar tudo isso com o serviço na Igreja e tempo para minha esposa, tenho uma moto Burgman. Tenho uma boa relação com esta moto, pois ela já ficou inteira embaixo d'água durante uma inundação, já levou 4 tombos e já foi roubada e encontrada novamente, mas continua conosco. Desta mesma maneira minha vida passa por altos e baixos, mas posso continuar unido e feliz com minha família.

Por que sou mórmon?

Sou mórmon por ter recebido confirmações durante minha vida, desde quando criança, de que Jesus Cristo vive, é o cabeça desta Igreja e que Deus ouve e responde nossas orações. Essas confirmações sempre vieram por meio de sentimentos, geralmente de alegria e paz, enquanto cantava hinos nas reuniões da igreja, servia ao próximo ou estudava O Livro de Mórmon. Quando nasci meus pais já eram membros da Igreja, ainda assim, busquei saber por mim mesmo se A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias realmente é verdadeira, contendo a plenitude do evangelho de Cristo, incluindo um profeta vivo. Recebi uma resposta clara, tendo sido confirmado que Joseph Smith foi chamado por Deus e que O Livro de Mórmon é sagrado. Eu sei que essas coisas são verdadeiras, o que me traz grande alegria. Sei também que todos podem receber esta confirmação, pois tenho sentimentos deste tipo quase que diariamente.

Como vivo minha fé

Tenho algumas responsabilidades na igreja. Sou "Líder de Missão da Ala", que significa ser responsável por coordenar e integrar o trabalho de compartilhar o Evangelho, dos missionários e dos membros da região que moro. Tenho também um companheiro de visitas de Ensino Familiar, que visitamos mensalmente 4 famílias de membros da igreja, e os ajudamos em tudo que precisarem, tanto necessidades espirituais como temporais. Além dessas funções, vivo minha fé sendo um bom vizinho, bom cidadão e procurando oprtunidades de servir ao próximo no dia a dia.