mormon.org Brasil
Matheus Murteira: Futuro missionário, Converso, Futebol, Matemática, Brasil Recife, Murteira, Mórmon.

Oi, eu sou Matheus Murteira

Sobre mim

Estudei durante 5 anos da minha vida em curso pré-militar e pude descobrir nesse tempo que eu amo Matemática. Pretende ao voltar de missão fazer faculdade de Engenharia Cartográfica e ingressar a Marinha do Brasil para realizar um dos meus sonhos profissionais que é ser militar. Amo jogar, sair com meus amigos, com os Élderes e com minha família.

Por que sou mórmon?

No ano de 2011 eu tinha aula no colégio de 13:40 as 19:10 e eu chegava muito cansado em casa e certo dia um amigo meu que tinha jogado bola com ele há bastante tempo atrás pareceu na minha casa me convidando para jogar bola na igreja e como eu estava cansado e precisando relaxar um pouco eu fui, quando eu chego na porta da capela eu ouço desse meu amigo que eu teria que assistir aula para o futebol ficar bom, mas não era para eu me preocupar, pois a aula era rapidinho e já estava acabando. Quando eu entrei na sala de aula vi todos meus colegas da rua sentado no final da sala de aula e apenas três jovens estavam prestando atenção realmente na aula, logo depois vim saber que eles eram os únicos membros ativos e dentre meus colegas possuíam alguns inativos. Durante a aula senti-me diferente do normal, meu cansaço sumiu e eu estava totalmente focado na aula, a professora começou a dar aula só olhando para mim e explicando algumas palavras em que só ouvimos com frequência na igreja e no final ela prestou o testemunho olhando fixamente nos meus olhos e o espírito tomou conta de mim e sinto o que nunca tinha sentido antes. Comecei a frequentar o seminário e fui nas atividades da igreja e no terceiro domingo eu fui batizado. Eu sei que Cristo vive e que Ele me ama e sei que Joseph viu as placas de ouro juntamente com Deus, o Pai e Jesus Cristo.

Como vivo minha fé

Minha ala é muita divertida e possuem líderes que eu admiro muito devido a toda ajuda que me deram quando eu precisa e quando eu achava que não precisava. Hoje pertenço ao quórum de élderes como primeiro conselheiro e eu gosto de ajudar meu presidente a organizar duplas de mestres familiares e fazer visitas com ele. Dou aula também para os jovens da escola dominical de faixa etária quatorze e quinze anos, sinto-me bastante feliz ao ajudá-los compreender o pouco que eu sei sobre o evangelho e por aprender sempre mais um pouco.