mormon.org Brasil
Bruno Henrique: Mórmon.

Oi, eu sou Bruno Henrique

Sobre mim

Nasci no natal de 1996. Sempre fui muito curioso, sempre gostei de estudar... Minha família tem muitos membros da Igreja, e isso é muito bom. Passei a me interessar bastante em estudar as Escrituras aos 14 anos, quando comecei a frequentar o Seminário da Igreja. Ele ajudou a despertar o desejo de servir uma Missão um dia, e esse desejo foi crescendo gradativamente em mim. Quando completei 18 anos comecei o processo para ser recomendado para a Missão de Tempo Integral, e no mês de Julho recebi o Chamado para ser vir na Missão Brasil Piracicaba, em São Paulo. Eu pessoalmente amei este Chamado, e pretendo servir de todo o meu coração. Sempre fui ligado a música, e desde novo (13, 14 anos) fui aprendendo a tocar alguns instrumentos, e isso sem dúvida foi muito bom para minha vida, inclusive espiritualmente. É um dos meus hobbies favoritos. Hoje em dia eu penso em me graduar em Relações Internacionais, quando voltar de Missão. Este curso desperta minha atenção, sempre pensei em fazer alguma Engenharia, mas mudei radicalmente de ideia nos últimos meses por alguns motivos. Pessoas que me conhecem me caracterizam como alguém bem humorado, que gosta de brincar e de atividades salutares, eu pessoalmente gosto de ser lembrado como uma pessoa assim... De que vale a vida senão para alcançarmos felicidade? Pretendo em um futuro ser um pai e marido digno, ajudando e ensinando minha família a ter sempre os olhos fitos em Deus e em Seu Evangelho, este é meu maior propósito nesta vida.

Por que sou mórmon?

Como já disse anteriormente, sempre fui curioso e sempre gostei de estudar. Quando busquei conhecer e entender um pouco mais sobre o que a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias ensina, simplesmente fique fascinado. Tudo fez sentido, tudo se encaixou. Hoje em dia eu testifico (E testificar é dizer uma verdade do coração) que simplesmente não existe uma pergunta sequer sobre a vida que a Igreja não possa responder. Todo questionamento bíblico ou de qualquer outra natureza pode ser respondido pela Igreja, simplesmente porque é o Reino de Deus na Terra. Pessoas são falhas, mas a Igreja não. E estas características da Igreja existem por um simples fato: Quem é o "cabeça" da Igreja? Jesus, O Cristo. Esta é a "Igreja de JESUS CRISTO dos Santos dos Últimos Dias". Não é uma Igreja qualquer. O Salvador Jesus Cristo a preside pessoalmente nos Céus, e seus servos (imperfeitos, torno a dizer) ministram em seu nome na Terra. Assim é o Evangelho de nosso Deus, do Deus da Humanidade. Eu sinceramente sei destas coisas, e conheço meu propósito nesta Terra, e sei da condescendência de Deus, isto é, do grande objetivo de nosso Pai para todos os homens. Espero ser uma ferramenta útil nas mãos Dele enquanto eu viver.

Como vivo minha fé

Quando se trata de Fé, sempre associo com Obras... Lembro bastante do Cap. 2 do Livro de Tiago que trata bastante disso. Aos 14 anos fui chamado para presidir um grupo de rapazes entre 14 e 15 anos, denominado "Quórum de Mestres". Aos 16 anos fui Chamado para ser o segundo assistente do Bispo de minha Ala (Igreja). Como disse anteriormente, agora aos 18 anos fui chamado para servir em um Missão durante 2 anos, em Piracicaba-SP. Sou muito grato por esta oportunidade e espero dar o melhor de mim. Não é possível ter Fé sem ter Obras, e sem Fé é impossível agradar a Deus, e sem agradar a Deus a vida perde o sentido, afinal, a alegria de Deus é nossa alegria também... é nossa felicidade. E de que vale a vida, senão para alcançarmos felicidade nesta Terra? Procuro discernir entre o bem que surgem no cotidiano, pois devemos estar no mundo sem ser do Mundo. Creio sinceramente que decisões determinam destinos, e que este é o tempo para semearmos o que pretendemos colher no futuro. Não há tempo para se esperar, apenas para se preparar.