mormon.org Brasil
Sister Silveira: Sister, Eu sei, Mórmon, Mórmon.

Oi, eu sou Sister Silveira

Sobre mim

Sempre fui interessada a leitura e buscar saber e conhecer coisas novas, tive interesse em ser missionária quando criança mas meu pai e sua família mesmo sendo da igreja não aceitavam, até que um dia abriram seus corações, eu fazia faculdade de letras, tranquei a faculdade e agora um dos meus maiores sonhos é sair para levar o conhecimento do evangelho às pessoas para serem abençoadas assim como eu e minha família. Depois de minha missão tenho novos sonhos, me casar para eternidade com meu missionário retornado e formar uma linda família, junto com eles continuar levando a luz da verdade a todo mundo e voltar a presença de nosso Pai Celestial.

Por que sou mórmon?

Quando eu tinha apenas 5 anos, minha família estava em busca de cura para minha irmã que estava com sopro no coração e passaria por uma cirurgia, então, missionários da igreja apareceram e começaram a ensinar meus avos, o que foi uma porta aberta para minha família na igreja. Minha mãe sempre teve muitas duvidas, mas todas foram respondidas baseadas na Bíblia, depois de um tempo eles se batizaram e continuamos firmes até hoje. A medida que fui crescendo comecei a ter minhas próprias dúvidas e assim como minha mãe, consegui resolver e encontrar as respostas. Me batizei aos 8 anos e hoje sei por mim mesma que a igreja é verdadeira e não sei o que seria da minha vida se aqueles missionários não tivessem surgido e plantado a sementinha da verdade em nossos corações.

Histórias Pessoais

Por que os mórmons saem em missão?

Nós Mórmons saímos em missão porque é assim que mostramos o como sabemos a grande felicidade e benção que ele nos proporciona, é como comer algo que amamos, sempre queremos mais e queremos compartilhar com as outras pessoas porque sabemos que é realmente bom. Eu sou grata por saber e poder levar o que sei ao mundo!

Como vivo minha fé

Vivo todos os dias buscando seguir o que o Senhor nos pede e guardando os mandamentos. Na igreja já ajudei e dei aula para moças, mulheres e atualmente dou aulas para crianças de 8 a 12 anos que me ajudam e fortalecem dia após dia. Dentro de meu lar procuramos fazer reuniões junto com a família para tomar grandes decisões e compartilhar o que aprendemos todos os dias, mas em minha opinião um grande jeito de viver a fé é ser a mesma pessoa dentro e fora da igreja, no lar, na comunidade, serviço e etc, sendo assim seremos exemplos e mostraremos a luz de Cristo.