mormon.org Brasil
Jean Moraes: Mórmon.

Oi, eu sou Jean Moraes

Sobre mim

Olá. Meu nome é Jean, tenho 20 anos e sou nascido e criado na Cidade do Rio de Janeiro, - conhecida como Cidade Maravilhosa. Minha infância foi num bairro do subúrbio da cidade, mas minha vida sempre se encontrava ativa no Centro da Cidade e na Zona Sul por causa dos estudos escolar e de música. Comecei os estudos de música aos 6 anos de idade e hoje em dia trabalho com isso. Toco violino em casamentos e em outros eventos. Servi ao Exército Brasileiro, no 1º Batalhão de Infantaria de Guarda do Rio de Janeiro, onde aprendi muito. Conheci a Igreja através de uma amiga que hoje é minha namorada. Ela estudava comigo no Ensino Médio e, num Natal, ela resolveu colocar um Livro de Mórmon em minha mochila sem que eu percebesse. Ela tinha participado do FSY e umas das propostas das atividades era entregar um LdM a um amigo. Ela pensou em mim, mas achou que eu não aceitaria o Evangelho... E aqui estou! rs. Tenho uma família excelente! Meus pais sempre nos educaram (Eu e meu irmão mais velho) e nos ensinaram o que é o certo, mas não são membros da Igreja. Porém, me apoiam sempre e convivem muito bem com minha decisão de ser SUD. Há pouco tempo decidi me tornar um missionário e, - com o apoio de todos os meus amigos da Igreja, de minha namorada e de minha mãe -, vou entrar no CTM no dia 14 de janeiro de 2015.

Por que sou mórmon?

Conheci a Igreja por meio de uma colega de escola. Ela foi ao FSY e lá ela participou de uma atividade de compartilhar o Evangelho. Ela escolheu o primeiro nome que veio na cabeça para entregar o Livro de Mórmon e falar sobre a Igreja. Ela não "levava muita fé" que eu aceitaria ouvi-la ou ler o Livro de Mórmon, então ela entregou alguns Livros também para outros colegas que tínhamos na escola. Passaram-se alguns meses e esses colegas não deram atenção para o Livro que misteriosamente apareceu em suas mochilas. Adivinhou quem foi o único a prestar atenção? rs. Então, a partir daí eu comecei ir nas festas da Igreja. Conheci os missionários na primeira festa que fui em minha Ala atual. Suas vidas e o propósito que eles tinham me fascinaram no momento em que os conheci. Fui em alguns domingos e tive minhas primeiras palestras com os missionários. Desde o começo eu não conseguia entender o porquê eu me sentia tão bem ao estar com os missionários e de receber suas palestras. Tinha algo de especial neles! E logo na primeira lição eu decidi me batizar na Igreja. Eu queria ser missionário antes de me batizar! rs. Me batizei e estou ativo desde então. Adoro estar na Igreja e ter a oportunidade de me converter mais e mais e poder edificar meu testemunho todas as manhãs de domingo. Sou mórmon porque sei que a Igreja que Jesus Cristo estabeleceu aqui na Terra hoje está restaurada. Sou mórmon porque li o Livro de Mórmon e orei pra saber a respeito da veracidade desse Livro. Sou mórmon porque me sinto feliz em estar seguindo o Evangelho de Jesus Cristo. Pude compreender e saber por mim mesmo dessas verdades, e delas testifico em nome de Jesus Cristo, amém.

Como vivo minha fé

Gosto muito de me reunir com meus amigos do MAS em atividades recreativas. Fazemos bastantes Reuniões Familiares, o que nos ajuda bastante a desenvolver nossos testemunhos e fortalecer nossa amizades, além de irmos aos bailes e atividades que nossos líderes nos proporcionam. Atualmente sirvo como Missionário de Ala e como Mestre Familiar. É muito recompensante e gratificante ter a oportunidade de servir em um chamado da Igreja. Visitar à membros e pesquisadores com os Élderes da ala também é uma das minhas atividades preferidas! Eles são ótimos! Foram seus exemplos que me motivaram a sair em missão e fazer o mesmo trabalho voluntário que vejo eles terem tanto orgulho e prazer em oferecer ao Senhor. Aproveito muito e aprendo bastante ao estar presente nas Conferências de Ala, Estaca e Gerais. É realmente uma grande benção ouvir oradores tão inspirados prestarem seus testemunhos e compartilhar de seus ensinamentos e sabedoria. Gosto de anotar a tudo aquilo que acho importante e interessante em discursos. São uma boa fonte de revelação pessoal (respostas e inspirações). Vale a pena estudar cada discurso, cada mensagem. Assim podemos aplicar em nossas vidas!