mormon.org Brasil
Arnaldo: Psicólogo, Felicidade, Paixão pela família, Trabalhador, Honestidade, A verdade liberta, Mórmon.

Oi, eu sou Arnaldo

Sobre mim

Sou Pai e Avô, gosto de cozinhar, fazer amigos, estar com a família, viajar e fazer amigos.

Por que sou mórmon?

Em um momento critico de minha vida, tive o privilégio de conhecer os missionários, que me ajudaram a conhecer a Igreja, com a visão geral do que a Igreja podia me oferecer, senti naquele momento que havia encontrado o verdadeiro caminho para estar com o Criador, e criar meus filnhos com um alicerce fundamentado em verdades Eternas. Hoje depois de 33 anos, filhos criados em um mundo conturbado, me sinto realizado, tenho uma família maravilhosa. Eu e minha casa sevimos ao SENHOR.

Histórias Pessoais

Por que/Como vocês compartilham o evangelho com seus amigos?

Não posso ser egoista, devo partilhar o que é louvavel, atravez do exemplo e conversando a respeito de como sou feliz em viver o evangelho, como é real a confiança e paz que traz à minha alma.

Reflita sobre suas atividades diárias. Quais são as coisas que você faz diariamente e que não consegue ver o resultado final? Como a fé leva você a agir?

Vivemos em um mundo conturbabo, precisamos nos relacionar, as vezes com pessoas de todos os tipos, ásperas, incompreensivas, até egoístas, seria um pesadelo se não compreendesse o significado da vida, do amor, da caridade, isto me traz paz, e facilidade na convivencia, compreender que todos somos irmãos e precisamos tornar a vida das pessoas melhores, não reagir, mas sim responder com amor.

Como o Livro de Mórmon ajudou você a entender o propósito da vida?

Lendo o livro de Mormon, tive uma compreensão melhor das coisas, como já conheicia a Biblia, pude somar os conhecimentos, que por sinal, são mais claros no livro de Mormon, e obtive sentimentos preciosos, sobre o Senhor Jesus Cristo, o significado se Sua existencia e morte para minha vida e salvação; Que Ele é amoroso, benevolente, mas precisamos segui-lo, vivendos os mandamentos, para que a justiça não me surpreenda. Assim fica mais claro, porque viver, de uma forma digna traz felicidade.

Como vivo minha fé

Sou feliz por conhecer meu Criador e poder servi-lo, estou servindo missão no momento, mas o que me deixava muito feliz era visitar meus irmãos, como mestre familiar, cozinhar nos eventos da Igreja, participar dos acampamentos com os jovens e atividades dos Adultos Solteiros.