mormon.org Brasil
Camilla Francianne, Vieira: Deus existe, Livro de Mórmon, Oração, piano, nascer na igreja, De onde vim, Mórmon.

Oi, eu sou Camilla Francianne, Vieira

Sobre mim

Gosto de passear em parques, apreciar a natureza, ouvir, cantar e dançar boas músicas, amo tocar piano, gosto estudar, e elaborar apresentações musicais.

Por que sou mórmon?

Eu nasci na Igreja, mas como todas as pessoas, teve um momento na minha vida,(por volta dos 12 ás 14 anos) que comecei a me questionar sobre perguntas existenciais, mesmo tendo aprendido tudo desde pequena, queria saber se realmente tudo o que havia sido me ensinado era correto, e comecei a ficar inculcada com perguntas como: "De onde vim?; Porquê estou aqui? Para onde vou depois dessa vida? Realmente existe um Deus?", "o Livro de Mórmon seria mesmo verdadeiro?"...Em fim, isso começou a me inquietar muito, ainda mais por ver tantos membros falando que sabiam sobre a veracidade do Evangelho...Resolvi por um tempo não comentar com ninguém. Em um momento, isso chegou ao ápice do incômodo para mim e contei a minha mãe, que gentilmente disse-me que eu precisaria fazer o que todos fazem, orar e perguntar a Deus. Resolvi por o convite a prova; ajoelhei, orei e perguntei ao Pai Celestial, isso me frustrou, pois; não recebi a resposta no mesmo dia, e fiquei preocupada... Mas no domingo daquela mesma semana, em uma reunião de Testemunho, minha mãe foi prestar o testemunho dela, em que ela comentou algo que me remeteu a uma experiência sagrada, que tive aos 5 anos de idade, após estar envolvida nessa atmosfera relembrando dessa experiência sagrada, o Senhor nesse momento da Reunião de Testemunho me respondeu de forma individual, e única, onde fui tomada de um sentimento que não sei descrever em palavras, mas que se aproxima a um calor que tomou conta do meu ser, uma felicidade contagiante, e uma convicção e plena certeza de que eu realmente estava no caminho que me leva de volta a presença de meu Pai Celestial, na mesma Igreja que Cristo estabeleceu na terra, quando aqui estava, a sua Igreja, única, dirigida por Ele e verdadeira sobre a face da Terra. O sentimento que tive, me trouxe convicção e paz, e eu nunca poderei negá-lo, as lágrimas rolaram e não pude contê-las e assim recebi meu próprio testemunho. Após essa confirmação sagrada, levantei e fui prestar meu testemunho.

Histórias Pessoais

Qual dos ensinamentos do Salvador já influenciou você em sua vida?

Bem, em minha missão aprendi a amar uma escritura; Lucas 14:26-27, nessa escritura o Salvador nos ensina sobre o preço do discipulado. "Se alguém vier a mim, e não aborrecer a seu pai, e mãe, e mulher, e filhos, e irmãos, e irmãs e ainda também a sua própria vida, não pode ser meu discípulo. E qualquer que não levar a sua cruz, e não vier após mim, não pode ser meu discípulo". Muitas vezes penso nas palavras dessa escritura, e elas influenciam significativamente minhas ações! Penso: "Quem não estar disposto a pagar o preço de fazer e se submeter a vontade de Deus, ao invés da própria vontade, não consegue pagar o preço para ser um discípulo do Salvador... Esse é o preço! Pode ser que tenham coisas em nossa vida que o Senhor espera que façamos que: "aborreçam", ou não agradem nossos amigos, familiares ou mesmo nós... Mas se quisermos ser seguidores do Salvador, precisamos estar dispostos a trilhar a jornada do discipulado, deixar nossa vontade de lado e fazer o que o Salvador faria... E Ele, como exemplo perfeito, nunca fez a própria vontade! Sempre buscou fazer a do Pai, até na hora mais difícil da vida Dele, Ele disse: "Se queres, passa de mim este cálice, todavia não se faça a minha vontade, mas a tua". Olhar para essa característica do Salvador, me faz compreender o quão caro é o preço que Ele pagou! Para que pudéssemos ter a chance de retornar a presença do Pai, e me faz pensar que o que Ele exige de nós é muito menor, do quê Ele fez por nós... Em meu coração tenho uma oração constante, que eu seja capaz de conseguir pagar o preço do discipulado e carregar a minha própria cruz (no sentido de vencer meus desafios e me submeter a vontade do Pai) e assim caminhar até Ele, como Ele nos convida.

Como vivo minha fé

Na igreja temos muitas oportunidades de servir voluntariamente. Atualmente sou professora dominical da Classe de Princípios do Evangelho, professora visitante e facilitadora do Curso de Autossuficiência "Minha Busca por Emprego". Busco sempre participar de eventos e trabalhos voluntário para auxiliar na comunidade buscando servir ao próximo. Além disso diariamente me esforço para ler as escrituras, amo participar das aulas do Instituto (Classe religiosa para Jovens de 18 á 30 anos) frequento semanalmente este curso. Aos domingos frequento as reuniões da igreja na capela, e frequento regularmente o Templo (Templo é a casa de Deus literalmente aqui na terra, um ambiente muito sagrado. Embora a capela seja um lugar especial também o Templo é diferente).