mormon.org Brasil
Hélia: FORRÓ, CORAL, AMIZADE, FILHA, Mórmon.

Oi, eu sou Hélia

Sobre mim

Fiz curso técnico para corretora (T.T.I.). Gosto de literatura e dança. Nas horas vagas faço aulas de canto coral.

Por que sou mórmon?

Apesar de ser jovem quando conheci a Igreja, lembro-me bem do que senti e da decisão que tomei de filiar-me à Igreja. Sempre quis viver na época do Salvador para pertencer a real e verdadeira Igreja que Ele organizara. Sempre me perguntei por que não? Por que não existia a mesma organização com apóstolos e profetas, com curas e milagres? Quando ouvi o Evangelho por 2 representantes da Igreja senti uma esperança em meu coração de que a verdadeira Igreja de Jesus Cristo estava novamente na Terra. Lembro-me da noite em que me ajoelhei e orei para saber se aquilo era verdade, se O Livro de Mórmon era a palavra de Deus. Senti algo arder dentro de meu peito. Senti uma paz e uma alegria tão grandes em meu coração, como jamais havia sentido. Era algo puro e doce! Tive a certeza, como sei que vivo, que O Livro de Mórmon é a palavra de Deus, que Joseph Smith é um profeta e que A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias é o Reino de Deus na Terra, estabelecido em preparação para Segunda Vinda de Cristo.

Histórias Pessoais

Por que os mórmons fazem o trabalho de história da família ou genealogia?

Para nos aproximarmos mais da nossa família atual, dos nossos familiares e dos nossos entes queridos que já faleceram. Para mim, saber quais são as suas "raízes" é tudo. De onde seus antepassados vieram, ou se eles tinham fé em Deus, quais eram seus objetivos na vida, como se conheceram etc. Sei por experiência própria que quanto mais você conhece e se aproxima de sua família, mais senti amor, caridade, fé, gratidão. E mais do que isso, acreditamos e sabemos que as famílias poderão ser eternas no Plano do Senhor.

Poderia falar um pouco sobre seu batismo?

Fui batizada no dia 15 de outubro de 2006. Foi a melhor decisão que já tomei em toda minha vida! Eu era um pouco jovem mas sabia que aquela decisão mudaria a minha vida. Lembro-me do apoio que a minha família me deu, apesar de nenhum deles aceitar o Evangelho. Eu não compreendia todos os princípios ou normas da Igreja, mas tinha certeza de que precisava ser batizada com a verdadeira autoridade do sacerdócio de Deus. Me senti tão pura e limpa _ e muitíssimo feliz!

Como vivo minha fé

Sou voluntária na Igreja e em projetos como "Mãos Que Ajudam". Ensino às crianças sobre Quem é Jesus Cristo, Deus O Pai e O Espírito Santo. Ajudo-as a saberem demonstrar gratidão por Eles e por sua família. Esforço-me por conhecê-las, seus familiares e saber melhor ajudá-los com suas metas e desafios. Amo ajudar as crianças! Gosto de cantar músicas com elas, ver como à sua maneira elas aprendem o Evangelho e reconhecem o Salvador como seu Amigo.