mormon.org Brasil
Maria Clara Ribera: mãe, converso, ribera, especial, testemunho, rio de janeiro, Mórmon.

Oi, eu sou Maria Clara Ribera

Sobre mim

Sou carioca, tenho 24 anos, divorciada e mãe de uma criança muito especial. Meu filho tem 2 anos, e veio para me ensinar o verdadeiro amor de Cristo. Não existe amor maior que este, do que dar a sua vida, pelos seus amigos. Hoje entendo mais claramente o amor infinito que Deus o Pai e Seu filho Jesus Cristo tem por nós. Me sinto forte e confortada por saber que não estou sozinha, que posso contar com o criador dos céus e da terra, nas decisões diárias. A vida pode ser muito dura conosco as vezes, mas aprendi que devemos buscar ter bom ânimo nas aflições, porque elas vão passar cedo ou tarde, e depois o que vai ficar é o aprendizado. Sou muito feliz por saber que sou filha de Deus.

Por que sou mórmon?

Conheci a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias em 2006, e logo senti o Espírito Santo confirmando que tinha encontrado o lugar certo. Na primeira visita, fui muito bem recebida nas moças, e durante a reunião sacramental, cantou-se o hino "As famílias poderão ser eternas". Logo na primeira lição, durante a leitura do Livro de Mórmon, as lágrimas vieram e eu senti o ardor no peito da confirmação de que o livro é verdadeiro. A partir daí, meu testemunho cresceu e se fortaleceu por meio do estudo das escrituras, atividades na igreja, cumprimento dos mandamentos e exemplos de amigos e líderes muito bons. Passei por períodos muito difíceis nos últimos anos. Por vezes (não poucas) pensei em desistir de tudo. Mas ria de mim mesma e me lembrava: "você não vai conseguir desistir, porque você tem um testemunho." Eu sei que Jesus Cristo é o nosso Salvador, e que ele nos ama. Deus ouve nossas orações, e também nos ama. Sei que o Espírito Santo pode nos guiar e orientar nos momentos difíceis de nossa vida. Sei que Joseph Smith foi um profeta de Deus, que restaurou a verdadeira Igreja de Cristo e que o Livro de Mórmon é um livro verdadeiro, e que de Cristo testifica. Sei que se orarmos honestamente, pedindo respostas a Deus, receberemos.

Histórias Pessoais

Como a frequência às reuniões da Igreja ajuda você?

Frequentar as reuniões pra mim é como recarregar as baterias. O dia-a-dia pode ser tão sacrificante, que acordar cedo no domingo e ir pra igreja é a parte mais feliz da semana! Sempre aprendo um pouco mais sobre a vontade de Deus, e como posso ser uma pessoa melhor. Sempre ouço palavras inspiradoras, vejo exemplos de fé e vigor, e me divirto muito com os amigos e as crianças. É maravilhoso poder partilhar minhas experiências e descobrir que outras pessoas também passam as mesmas dificuldades que eu. Não me sinto só. Durante a semana, posso me lembrar desses bons momentos, e as atividades extra dominicais são como um oásis! Fico muito triste quando tenho que faltar a alguma reunião. E se eu faltar, é pra se preocupar, porque algo de ruim aconteceu com certeza. Sou grata pelo sacrifício de tantos líderes para que as reuniões aconteçam.

Como vivo minha fé

Sou professora da classe dos membros adultos solteiros, amo estudar e dar aulas na Igreja. Somos incentivados a aprender cada vez mais coisas como: falar em público, ensinar, organizar atividades, fazer orçamento, trabalhar em equipe, limpeza e organização, serviço ao próximo. Sinto que me torno uma pessoa melhor e mais útil para minha família e comunidade a cada novo talento que aprendo. O evangelho de Jesus Cristo nos ensina a sermos melhores pessoas, e a ajudar-nos uns aos outros. Busco fazer a minha parte bem feita seja onde estiver, para que meu trabalho e serviço possam refletir o amor do Salvador por Seus filhos.