mormon.org Brasil
Leonardo: Engenheiro, Judô, Guarujá, Converso, Casado, Mórmon.

Oi, eu sou Leonardo

Sobre mim

Durante toda a minha vida estudei muito. Aos 20 anos, ingressei na Universidade Federal de São Carlos, o qual estudei o curso de Engenharia Química, que por anos consecutivos vem sido reconhecido por sua excelência no ensino. Durante o tempo da universidade, dividi moradias com diversos tipos de pessoas. Certo dia, um missionário retornado ingressou em nossa república. Vi um certo "Livro de Mormon" em sua bancada e me interessei pela leitura. Apesar do ceticismo com relação a religião, após muitas pesquisas, tive a certeza que encontrara o verdadeiro Evangelho. Me batizei e minha vida desde então tem sido muito abençoada! Servi como missionário por 2 anos de minha vida, foi uma experiência muito boa. Hoje, sou casado com uma esposa maravilhosa. Trabalho em um escritório de engenharia, desenvolvendo tecnologias em tratamento de água. Gosto muito de esportes, especialmente o judô, o qual pratiquei durante minha juventude. Aprecio viajar e visitar lugares novos. Já conheci quase todo o Brasil e sou muito feliz por isso. Pratico idiomas e falo inglês e espanhol.

Por que sou mórmon?

O que mais me chamou a atenção na Igreja foi o comportamento único dos membros. A boa conduta e atitude, além de princípios de honestidade, me ajudaram a identificar coisas que já tinha como valores dentro de mim e desta maneira, o desejo de buscar conhecimento sobre este povo e saber o que os tornava diferentes, aumentavam minha curiosidade e desta maneira fui apresentado aos missionários e pude conhecer sobre o Salvador Jesus Cristo. Soube que o verdadeiro Evangelho estava novamente na Terra através de um profeta vivo. Este conhecimento me permitiu tomar a decisão do batismo e desta maneira, permaneço firme na Igreja.

Como vivo minha fé

Atualmente sirvo como consultor do centro de história da família. Neste chamado, posso ajudar as pessoas a realizar suas respectivas genealogias. Este é um trabalho muito gratificante, pois podemos levar salvação aqueles ao qual não tiveram a oportunidade de conhecer o Evangelho, além de, conhecer um pouco mais sobre o legado familiar. Uma vez que conhecemos nossos antepassados, estamos conhecendo a nós mesmos. Aos domingos participamos das reuniões da Igreja, onde aprendemos mais sobre o Salvador Jesus Cristo e recarregamos nossas baterias espirituais. Quando convidado, leciono aulas e temos a oportunidade de discursar aos membros sobre temas específicos, designado pelo nosso líder local (bispo). Viver o Evangelho me ajuda a aplicar no dia a dia os ensinamentos que me permitem com que seja uma pessoa mais sensata e equilibrada, buscando conhecimentos em todos os campos: Espiritual e Secular. Além disso, o Evangelho me ajuda a enfrentar as dificuldades corriqueiras, tais como: desavenças no trabalho, brigas no transito, relacionamentos familiares, finanças pessoais, etc. Se eu sempre tiver em mente de fazer o que o Salvador faria, torna-se mais fácil as decisões que tomarei de minhas atitudes.