mormon.org Brasil
Sarah!: corredora, maratona, Inglês, professora, mulher, correr, Mórmon.

Oi, eu sou Sarah!

Sobre mim

Durante toda a minha vida, sempre gostava tentar coisas novas e descobrindo novos hobbies, e provavelmente é por causa disso que amo cada coisa mas não sou esperta em nenhuma delas. :) Eu tentei quase todas as coisas antes de ir pra a faculdade, mas ultimamente, teatro e correr saíram às minhas preferidas quando cheguei na faculdade de Brigham Young (BYU) nos EUA no outono de 2009. Desde que cheguei na faculdade de BYU, minha paixão para correr realmente começou e me guiou a correr em algumas corridas de 5 quilômetros, meia-maratonas, e até cheguei a correr minha primeira maratona em 2012. Sonho de qualificar para correr a maratona famosa nos EUA e o mais do que aprender sobre e me envolver com o esporte de correr, a mais animada que fico sobre a ideia de ajudar outras pessoas a terem vidas mais saudáveis e amar o esporte de correr, também! Voltei em janeiro de 2015 de minha missão de tempo integral por 18 meses para A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias em Recife, Brasil. Foi uma experiência que mudou a minha vida e agora adoro tudo que é relacionado com Brasil ou Português. :) Aprendi tanto sobre o meu Salvador, Jesus Cristo, e a alegria que vem quando servimos nosso próximo. Voltarei para a faculdade de BYU em setembro de 2015 para continuar trabalhando na minha licenciatura de ser professora de Inglês. Recentemente, me formei e agora sou professora de Inglês e Espanhol numa escola secundaria.

Por que sou mórmon?

Sou membro de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias desde criança (meus país são conversos á Igreja), não foi até o verão antes de meu primeiro ano na faculdade que realmente tinha que decidir por mim mesmo se realmente acreditava em tudo que sempre fui-me ensinada. Durante toda a minha vida, sempre era uma pessoa super feliz, mas este verão tinha um período longo de tempo em que sentia completamente, 100% sozinha. Parecia-me que todas as coisas estavam caindo na minha frente, e um noite achei-me nos meus joelhos, orando e pedindo a Deus se realmente Ele estava ali. Queria saber tanto se Ele realmente me amava. Então, perguntei-Lhe. Eu perguntei honestamente todas essas coisas: se Ele estava ali; se Ele me amava; se fosse possível a ser feliz de verdade de novo. E não posso negar o sentimento inexplicável de paz que entrou no meu coração quando estava orando, reconhecendo-me que finalmente resolvi ser humilde e pedir-Lhe com um coração aberto e sincero. Sentia o grande amor que Ele tem para todos nós - Seus queridos filhos! Desde essa experiência, estou trabalhando cada dia para achegar-me mais a Ele. As experiências que tinha quando era missionária de tempo integral em Recife, Brasil me ajudaram muito com isso, porque aprendi como confiar mais Nele e como encontrar as forças para fazer as mudanças necessárias na minha vida para que possa ser feliz para toda a eternidade e achegar-me mais a Ele continuamente. Sei que Deus nos ama e que Ele quer o melhor para cada um de nós. Ele quer nos ajudar e só basta nós pedir a ajuda Dele. Sei que Ele sempre vai nós responder, porque quer nos ajudar e ver-nos melhorar e progredir nessa vida e encontrar a felicidade eterna! :)

Como vivo minha fé

Sem dúvida, sou uma pessoa que AMA as pessoas! Por causa disso, amei cada chamado que foi extendido a mim em A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos dias ou "Igreja SUD". Um de meus chamados preferidos foi quando era professora para um grupo pequeno de crianças de 5 e 6 anos da minha congregação. Tendo a oportunidade de ensinar essa crianças semanalmente foi uma experiência tão divertido e aprendi tanto! Acho que aprendi mais deles do que eles aprenderam por meio de meu ensino. Creio firmemente que crianças são ótimos professores e temos muito para aprender por meio do exemplo deles...são tão amáveis, tão honestos, etc. Amei meu tempo com eles! :) Um outro chamado que é um preferido é o de ser uma professora visitante. Na igreja, toda mulher acima de 17 anos é professora visitante, sendo amiga para algumas (geralmente 2 ou 3) mulheres designadas e visitando-as mensalmente para compartilhar mensagens sobre o evangelho e ajudar em qualquer forma. Encontrei uma das minhas melhoras amigas assim, simplesmente porque tomei o tempo para conhecê-la e aprender mais sobre ela e como podia ajudar-la. :) Amo a programa de professores visitantes na Igreja porque faz com que sempre temos amigas na forma de outras pessoas tomando conta de nós e sempre dispostas para nos ajudar e ouvir! É uma programa inspirada, disso tenho certeza! :)