mormon.org Brasil
Marcelo Duarte: bispo duarte, duarte, Mórmon.

Oi, eu sou Marcelo Duarte

Sobre mim

Sou casado, pai de uma bela filha. Atuo como supervisor de equipe, tenho meu próprio negócio, além das responsabilidade de bispo.

Por que sou mórmon?

Uma decisão mais correta da minha vida, fez com que alçasse novos rumos, ganhasse esperança e adquirisse confiança em mim e no Salvador. Tenho absoluta certeza hoje da veracidade do evangelho restaurado, mas tudo iniciou com uma simples oração quando eu tinha doze anos de idade. Naquela época imaturo mas com desejo de saber o que era certo. Com um sentimento de que tudo aquilo de uma certa forma já tinha ouvido e experimentado em outro momento, aceitei o convite batismal e mudei o curso da minha vida até então. Fiz seminário e instituto afim de me preparar para fazer uma missão, aprendi a amar as escrituras e mergulhar nas doutrinas. De 2002 a 2004 servi como missionário no estado de Alagoas e Sergipe, tive a oportunidade de compartilhar o evangelho com muitas pessoas, meu testemunho cresceu, meus olhos presenciaram milagres, tanto na vida de quem servia, como a minha própria vida. Sempre estive sem minha família na igreja, mas nunca desisti. E quando voltei da missão, voltei ansioso para assistir as aulas do sistema educacional na igreja (SEI). Fui chamado para atuar como secretário do comitê quando conheci minha esposa, que também atuava no mesmo comitê. Hoje sinto muito feliz por todas as bênçãos decorrentes daquela oração de um garoto inseguro quanto a doutrina, mas com certeza quanto ao sentimento.

Histórias Pessoais

Poderia falar um pouco sobre seu batismo?

Eu fui batizado com 12 anos de idade. Pela tenra idade tinha percepção que seria algo bom ser batizado, mas sem ter plena convicção aceitei o convite batismal. Nunca esqueço do dia do meu batismo, um dia frio na manhã de 4 de outubro de 1994. Logo que entrei na agua, ela estava fria, mas logo que o meu primo Carlos começou a pronunciar as palavras da ordenança não sentia mais frio, e ao ser mergulhado na agua, quando me ergui sentia um calor no peito e imensa alegria. Foi um dia inesquecível, tinha certeza que tinha sido perdoado de meus pecados. Ao chegar em casa, falei a minha mãe que sentia tão puro que estava pronto pra partir para o mundo espiritual. Minha mãe estranhou... eu tinha certeza que era puro naquele instante, e não saberia até quando iria permanecer naquele estado. Momentos depois aprendi sobre os convênios do sacramento, que permitiram renovar os convênios do batismo e eu poderia recordar sempre do que Jesus Cristo fez por mim, me salvou e me possibilitou trilhar o caminho do discipulado de volta ao lar celestial.

Como vivo minha fé

Atualmente lidero uma unidade da igreja como bispo. Sinto me feliz em servir, busco orientação espiritual diariamente ao estudar as escrituras, discursos e uma infinidade de manuais e outros materiais da igreja.