mormon.org Brasil

Oi, eu sou Ken

  • Kenneth Barber
  • Kenneth Barber
  • Kenneth Barber
  • Kenneth Barber
  • Kenneth Barber
  • Kenneth Barber
  • Kenneth Barber
  • Kenneth Barber

Sobre mim

Meu trabalho faz com que eu viaje por toda a ilha da Irlanda. Essa é a parte que eu mais gosto. Um país lindo com um clima que pode chegar a ter “todas as quatro estações em um só dia”. Sou um montanhista perspicaz e conheci minha mulher num curso para guias de montanhismo. Agora somos nós dois, mais três filhos e dois netos. Adoro ser pai e avô.

Por que sou mórmon?

Sempre procurei pela verdade e pelo propósito da vida. Depois de muitos anos de busca, lendo a Bíblia, e depois de ler a respeito de outras igrejas e religiões, cheguei à conclusão de que não havia uma igreja que representasse os ensinamentos de Jesus Cristo de acordo com o que eu tinha lido na Bíblia. Então decidi não me filiar a nenhuma igreja, mas criar meus filhos de acordo com o que eu achava que era correto na Bíblia. Eu também achava que beber e fumar não era bom para mim nem um bom exemplo para os meus filhos e no primeiro dia de janeiro de 1989, decidi que nunca mais iria beber nem fumar. No dia 6 de janeiro de 1989, dois missionários de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias bateram à minha porta. Minha esposa os convidou para falar comigo, já que eu tinha recebido pessoas de outras igrejas na minha casa muitas vezes antes. Nunca tinha ouvido falar dessa Igreja antes. Conversamos por cerca de uma hora, e eles me deram um exemplar do Livro de Mórmon e pediram-me que lesse e orasse para saber se ele era verdadeiro. Depois disseram que voltariam a me visitar, mas eu disse a eles que não viessem, que se eu precisasse deles, eu os encontraria. Eles foram embora e assim que saíram comecei a ler o Livro de Mórmon. Ao lê-lo, senti-me completo, pleno e sabia que o Livro de Mórmon era a palavra de Deus e que era o que estava faltando na minha vida. Eu tinha encontrado a verdadeira Igreja de Jesus Cristo na Terra. Mas eu quis fazer como os missionários tinham pedido, por isso me ajoelhei e orei, perguntando a Deus em nome de Seu Filho se o Livro de Mórmon era verdadeiro, e recebi um profundo testemunho de que ele era a palavra de Deus. Orei para que os missionários voltassem e eles voltaram no dia seguinte. Fui batizado em 26 de janeiro de 1989 e foi a melhor decisão que já tomei na vida.

Como vivo minha fé

Minha fé em Jesus Cristo é muito importante para mim. Ajudo com projetos de serviço na Igreja e na comunidade. Fazendo isso, aprendi que o que Jesus Cristo ensina é verdade. Existe uma grande felicidade e alegria no ato de ajudar os necessitados, e também acho que ajudar os outros permite que eu me concentre nas coisas que mais importam na vida. Também aprendi essa lição pelo exemplo de minhas tias que cuidaram de minha família quando meus pais morreram. Havia seis crianças de 2 a 16 anos, e minhas tias abriram mão de sua vida pessoal para cuidar de nós e manter nossa família unida. Não foi fácil para elas, porque eram solteiras e tinham mais os menos 40 anos naquela época. Enquanto eram vivas, meu irmão e eu tivemos oportunidade de agradecer a elas por tudo que tiveram de abrir mão, mas elas disseram que não perderam nada, mas ganharam tudo. Elas foram verdadeiros exemplos para mim do amor de Cristo e do que significa fazer sacrifícios pelos outros.