mormon.org Brasil

Oi, eu sou takara

  • Kazuta Takara
  • Kazuta Takara
  • Kazuta Takara
  • Kazuta Takara
  • Kazuta Takara
  • Kazuta Takara
  • Kazuta Takara
  • Kazuta Takara

Sobre mim

Moro na província de Chiba e sou pai de cinco filhos. O Japão é um país onde a taxa de fertilidade cai continuamente, então o fato de ter cinco filhos surpreende as pessoas, mas adoro viver cercado por lindas crianças. Como empresário, sou muito ocupado, mas tenho uma vida divertida ao tentar equilibrar o tempo para o trabalho, para a família e para mim. Nos dias de folga, surfo no mar e libero o estresse quando dirijo minha Harley-Davidson — levei seis anos para convencer minha esposa a me deixar comprá-la. Outra razão porque consigo fazer as coisas de que gosto é que tenho uma esposa compreensiva. Obrigado!

Por que sou mórmon?

No meu caso, meus pais eram mórmons, assim vou à Igreja desde que era criança. Quando cresci o suficiente para pensar por mim mesmo e ter opiniões próprias, comecei a ter dúvidas se estava vivendo como mórmon por livre e espontânea vontade. Houve períodos em que pensei que ter de obedecer a muitos mandamentos diferentes (regras) tirava minha liberdade e até mesmo senti que estava perdendo as coisas boas da vida. Mas, quando descobri que esta vida é um processo para se obter felicidade e que ela continuará para sempre, os ensinamentos de Jesus Cristo que aprendi na Igreja tornaram-se indispensáveis para mim. Quero continuar a transmitir a meus filhos os ensinamentos e as tradições importantes que meus pais me passaram.

Como vivo minha fé

Meu lema é “Se a vida não é divertida, está sendo desperdiçada”. Tenho que trabalhar como pai, como membro da sociedade e como mórmon. Acredito que minha missão é ensinar e educar meus filhos como pai, trabalhar com empenho e contribuir para a sociedade, pois faço parte dela, e agir de modo que possa levar alegria às pessoas como mórmon. Para fazer tudo isso alegremente, sinto que preciso primeiro gostar da minha vida e por isso vou ao mar, que amo, dirijo minha motocicleta e saio com minha família. Não sinto que esteja vivendo um estilo de vida único e estranho como mórmon. Em vez disso, vivo a vida naturalmente, e ela é cheia de propósito e significado, que são estar reunido à minha amada família e ser feliz pela eternidade. Um aspecto de minha vida divertida é que, mesmo se o dia estiver ensolarado, vou à Igreja em vez de ir ao mar.