mormon.org Brasil

Oi, eu sou Jason Smyth

  • Jason Smyth
  • Jason Smyth
  • Jason Smyth
  • Jason Smyth
  • Jason Smyth
  • Jason Smyth
  • Jason Smyth
  • Jason Smyth

Sobre mim

Nasci e cresci na Irlanda. Fui diagnosticado com uma doença ocular aos nove anos de idade, o que reduziu minha visão para menos de 10%. Apesar disso, fui abençoado por atingir algumas coisas fantásticas em minha vida até agora. Ganhei medalhas de ouro nos 100 e 200m nos Jogos Paraolímpicos de Pequim em 2008, e quebrei os recordes mundiais em ambos. Nos Jogos Paraolímpicos de Londres em 2012, repeti minhas conquistas e ganhei ouro nos 100 e 200m, mais uma vez estabelecendo novos recordes mundiais e me tornando o atleta paraolímpico mais rápido de todos os tempos. Deixei de participar das Olimpíadas de 2012 por poucos 0,04s. Esta foi a primeira vez que tentei ser o primeiro atleta deficiente visual a participar de ambas as provas na mesma Olimpíada, o que espero conseguir na Rio 2016. E o mais importante: sou muito afortunado por ter me casado recentemente para a vida e para toda a eternidade com minha maravilhosa esposa, que é a maior bênção em minha vida.

Por que sou mórmon?

Aprendi que os ensinamentos da Igreja são verdadeiros e que ao vivê-los sou mais feliz. Ao seguir os ensinamentos da Igreja, acredito que estou me esforçando para ser uma pessoa melhor. Isto me traz muita alegria e conforto: saber onde estava antes de vir à Terra, porque estou aqui e para onde irei quando morrer. Talvez um dos maiores confortos que a Igreja me traz é o conhecimento de que as famílias são eternas. Minha família é a coisa mais importante para mim e saber que mesmo depois que eu morrer, estarei com eles, me dá uma felicidade maior do que sou capaz de expressar. Viver os ensinamentos da Igreja não significa que a vida é sempre fácil, pois todos temos dificuldades na vida, mas tenho aprendido que, conforme confio no Pai Celestial, serei mais capaz de lidar com elas. Além de crescer como pessoa. Pois é apenas nas dificuldades que podemos nos aperfeiçoar. Sei que nosso Salvador Jesus Cristo veio a esta Terra e tomou sobre si meus pecados, significando que, quando faço algo errado, posso pedir perdão ao meu Pai Celestial e em sua infinita misericórdia Ele perdoará meus erros. Saber que sempre posso ser perdoado de meus erros gera um grande conforto. Em resumo, sou mórmon porque viver os ensinamentos da Igreja me traz alegrias que não posso obter de nenhuma outra maneira. Sei que a Igreja é verdadeira, amo meu Pai Celestial e Seu filho Jesus Cristo e sou grato por ter o conhecimento de Seu amor por mim.

Como vivo minha fé

Minha visão afeta tudo o que faço, inclusive o modo como vivo minha fé. Compartilhar o evangelho com os outros é algo valorizado na Igreja, porque queremos que todos sintam a alegria de conhecer o Pai Celestial e Seu plano para todos aqui na Terra. Não pude servir uma missão SUD tradicional quando jovem por causa de minha deficiência visual. Em vez disso, fui abençoado com um talento que me leva por todo o mundo e permite conhecer muitas pessoas diferentes. Tento usar essas oportunidades para compartilhar algumas das coisas que sei por meio de entrevistas, eventos onde posso falar em público e falando de minhas crenças com as pessoas que encontro. A vida de um atleta é uma escolha de estilo de vida, muito parecida com o estilo de vida ensinado pela Igreja. Não bebo álcool, não fumo nem uso drogas de qualquer tipo. Essas são algumas das coisas as quais vivo tanto em minha religião quanto em minha carreira. Aprendi e entendi que as escolhas que faço diariamente, me levam a ser melhor agora e me beneficiarão no futuro.