mormon.org Brasil

Oi, eu sou Mossi

  • Amos Watene
  • Amos Watene
  • Amos Watene
  • Amos Watene
  • Amos Watene
  • Amos Watene
  • Amos Watene
  • Amos Watene

Sobre mim

Como devo me descrever? Ah. Gosto muito de música. Aos doze anos ganhei minha primeira guitarra e a partir dali, tornei-me um aficionado. Essa é a coisa mais consistente na minha vida. Já toquei em várias bandas e compus música para diversos projetos e nos últimos anos a música tem sido fundamental na minha carreira. Vejamos… Adoro minha família. Eu me casei aos 25 anos e depois de três anos tivemos nosso primeiro filho. Sou pai, mas ainda sou novo nesse papel, então ainda estou tentando entender se sou bom nisso ou não. Tenho muitos passatempos mas o que mais faço é tocar música, andar de skate e surfar. (Acho que é porque vivi a maior parte da minha adolescência no Condado de Orange.) Uma coisa interessante sobre mim é que ainda estou na faculdade ... Levei dez anos para conseguir uma formação básica e finalmente estou fazendo uma graduação. Sou o “vovô” da sala e me sinto muito animado porque vou conseguir me formar em breve.

Por que sou mórmon?

Tive muitas experiências na vida que me ensinaram sobre Jesus Cristo. Algumas foram boas e outras ruins, porém todas me ensinaram sobre Deus e o amor Dele por mim. Muitos incidentes que aconteceram testaram minhas crenças e minha fé em Deus, e até mesmo minha existência, entretanto o mais interessante é que todos esses testes me trouxeram muitos questionamentos. Considero esses questionamentos importantes porque tive que encontrar as respostas por mim mesmo. Aprendi que, ao servir outras pessoas e ao tentar viver como Jesus Cristo viveu, encontraremos as respostas que procurávamos; soluções para nossos problemas e uma visão clara quando precisarmos de direção. Sei que Deus quer que todos sejamos felizes e também capazes de entender como encontrar alegria e propósito na vida. A Igreja de Jesus Cristo dos Santos do Últimos Dias tem me dado este tipo de experiência. Minha maior meta é viver como Cristo, amar as pessoas e ser um amigo ou irmão para todos que conheço. Isso é exatamente o que tenho aprendido sendo um mórmon. Não sou sempre o Sr. Feliz. Não sou perfeito, faço muitas bobagens e às vezes fico chateado com o que outras pessoas fazem, mas como membro da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias tenho aprendido a perceber que a vida tem seus desafios e algumas vezes as pessoas se desentendem. Às vezes fazemos escolhas erradas e nem sempre é fácil ser uma pessoa boa e feliz. No final das contas, sou mórmon porque, embora tenhamos que passar por todas essas experiências, sei que Deus ama todos igualmente e quer que voltemos para Ele apesar das coisas que fizemos na vida. Sei que Deus nos ama muito e que providenciou uma maneira de entendermos quem somos e como podemos encontrar alegria para sempre; e isso é incrível.

Como vivo minha fé

Mas o mais importante é amar uns aos outros. Penso que a melhor coisa que podemos fazer uns aos outros é tentar enxergar quem somos e em quem podemos nos tornar. Procuro viver minha fé amando os outros. Amo as pessoas e as histórias interessantes que elas têm para contar. Acho que todos nós temos uma história e aprendi que, não importa quem está me contando sua história, normalmente me sinto inspirado. As pessoas são interessantes porque são dinâmicas. Penso que isso é o que faz a vida tão maravilhosa. Tenho visto pessoalmente que quando demonstramos amor, compaixão e empatia uns pelos outros, temos realmente o poder de mover montanhas.